Google+ Badge

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

O BARCO E O MAR

O BARCO E O MAR

Era uma tarde tranquila
E o barquinho estava lá
Parado no meio do mar

Esperava o pescador
Que descansava
Aguardando a hora
De lançar-se ao mar...

O barco se embalava nas ondas
O pescador nos braços de seu amor
Matavam agora saudades
O barco da tranquilidade da tarde

O pescador do fogo no fogão
Do café quentinho
E do peixe fritinho
No fogão a lenha...

Mário Feijó

13.11.14
Postar um comentário