Google+ Badge

sexta-feira, 21 de novembro de 2014

"KANALHA"

“KANALHA”

Sem roupas tu te enfias
Entre os meus lençóis
Eu que tenho a libido nas alturas
Logo te agarro vorazmente

Tenho fome da tua carne
Adoro tua pele
Desejo as fibras
Que debaixo da pele estão

Não dá para fugir
Daquele olhar sedutor
Ao qual chamo de “kanalha”
Porque tu me subjugas

E eu que entrei na tua cama
Apenas para um repouso passageiro
Fico condicionado à insônia
De um amor verdadeiro...

Mário Feijó

21.11.14
Postar um comentário