Google+ Badge

terça-feira, 29 de julho de 2014

TU ÉS POESIA



TU ÉS POESIA

Eu já não sei quem és
Ainda ontem te disfarçavas de brisa
Só para eriçar meus pelos
E deixar em meus ouvidos recados

Outro dia vi que eras rosa
Quando com teus espinhos
Feriste minha pele
Só para sugar meu sangue

Eu que te pensei selvagem
Vi que eras apenas
Um pássaro fazendo ninho
Junto do meu quintal

Agora não passas
Da luz do sol
Que ilumina a minha vida
E orienta meus dias...

Mário Feijó
30.07.14
Postar um comentário