Google+ Badge

quinta-feira, 31 de julho de 2014

RONRONANDO



RONRONANDO

Primeiro veio ele se chegando
Aninhou-se ao lado do meu travesseiro
Fechava os olhos fazendo de contas
Que estava cochilando
A intenção era não ser expulso da cama
Onde eu já me aninhava para dormir

Ela, mais arisca, veio depois que ele
Antes se atracou em meus cadarços
Puxando, desamarrando meu tênis
Enquanto pulava e espirrava
Fazendo uma algazarra no quarto

Eu tinha deitado para descansar
(Como somos todos animais)
Resolvi partilhar meu espaço
Com aquele casal de gatos
Que na minha cama se instalou...

Ronronando...

Mário Feijó
31.07.14
Postar um comentário