Google+ Badge

sábado, 19 de julho de 2014

DE JOELHOS



DE JOELHOS

Devíamos todos os dias
Ao abrir os olhos pela manhã
Agradecer pela vida que temos
Agradecer a quem nos deu a vida
Agradecer a quem criou o universo
Agradecer a luz do sol
O ar que respiramos
A água que bebemos
A família que temos

Devíamos todos os dias
De joelhos agradecer
Aos ventos que nos trazem o frescor
Ao mar que emana a maresia
Trazendo o cheiro da vida –
Dizem os cientistas que a vida veio do mar –

De joelhos devíamos agradecer
Aos sentimentos que temos
Sendo o amor o maior deles
Aquele que tudo pode transformar
Porque só o amor é capaz de construir

Devíamos nos ajoelhar todos os dias...

Mário Feijó
19.07.14
Postar um comentário