Google+ Badge

terça-feira, 16 de abril de 2013

HOMEM DAS CAVERNAS



HOMEM DAS CAVERNAS

Agora eu entendo
O buraco negro do universo
E o que existe nas almas
Quando esquecem seu passado

É dor que ficou
Mas por que eu lembro
Por que eu não esqueço
Por que eu trouxe esta memória tatuada?

Há embaixo da epiderme
As lembranças da poeira cósmica
As memórias do cerne
Que eu não queria

Elas me soam como chibatadas
Elas me doem feito o frio das cavernas

Mário Feijó
16.04.13
Tela: acrílico sobre tela.
 Autor: Mário Feijó
Dimensão: 40X60cm
Título: O dente.
Postar um comentário