Google+ Badge

sábado, 16 de março de 2013

ABRAÇOS APERTADOS



ABRAÇOS APERTADOS

Eu queria o sol
E poderia te dar a lua
Ou até mesmo uma estrela
Porém tu dizes (cheia de dedos)
Que o sol pode queimar-me...

Nem sei se me amas tanto
Para ter tais preocupações comigo
Ou é medo de que
Ao me entregares o sol
Percas a tua luz...

Eu quis testar teu desapego
Teu desamor por coisas
Testar a tua doação ao próximo
E medir o teu amor por mim...

Na verdade, na verdade mesmo
Eu queria apenas abraços apertados
E tu me chegasse “toda cheia de dedos”...

Mário Feijó
16.03.13  
Postar um comentário