Google+ Badge

segunda-feira, 30 de abril de 2012

UM AMOR NECESSÁRIO





Todas as tuas partes
Completam as que
Em mim faltavam
Onde há côncavos
Eu sou convexo
E para os teus convexos
Eu sou todo côncavo...
O teu cheiro
Combina perfeitamente
Com os meus
Onde tua pele é seda
Nela há meu descanso...
Agora tu dormes
Como se fosses um anjo
E eu ao teu lado
Sou apenas um guardião...
Somos assim
Necessários um ao outro...

Estás de volta
Às minhas costelas
De onde um dia foste retirada...
Esqueça o mundo lá fora
Hoje eu te ofereço a maçã
Venha comigo pecar...
Mário Feijó
28.04.12
Postar um comentário