Google+ Badge

quinta-feira, 12 de abril de 2012

FLORES DE MARACUJÁ






Não é só você quem quer
Algo de muito bom em sua vida
Como eu gostaria na minha
Um banho de gato não te bastaria

Deixaríamos que a chuva banhasse
Teu corpo selvagem nascido
Numa tribo asteca do deserto mexicano
Então se banhe no rio, eu te ensaboo 

Apanharei flores de maracujá
E ensaboarei todo o teu corpo
No meio do deserto há oásis
E para nós também é um refúgio 

Bem que eu gostaria de estar ao teu lado
Mas tudo nos distancia – o tempo, o vento e a hora –
Agora eu só espero tuas carícias
Quando nas quartas houver cinzas, as minhas e as tuas... 

Mário Feijó
12.04.12
Postar um comentário