Google+ Badge

terça-feira, 13 de março de 2012

UMA CASA CHEIA DE COR




Tudo o que eu sempre quis
Foi que minha casa
Colorida de saudades
Tivesse a cor do amor 

Nas janelas dependuradas
Eu quero o verde das samambaias
Embaixo delas roseiras
De todas as cores, das amarelas ao salmão 

Bem na entrada eu plantarei
Um pé de jasmins cheirosos
Todo branco para o meu quintal perfumar 

E lá, no meio do terreno, majestoso
Um pé de ipê roxo, só pra lembrar de ti
E que na primavera ele exale bastante amor 

No meio da grama verde
Eu farei um lago e colocarei
Minhas carpas japonesas
De um lado pro outro a nadar 

E num canto farei para os passarinhos
Casinhas para seus ninhos
Com ração e água fresca
Para que possam se abrigar 

É bastante simples o meu sonho
Basta começar a pintar... 

Mário Feijó
13.03.12   
Postar um comentário