Google+ Badge

segunda-feira, 5 de março de 2012

PONTOFINAL.SEM





Depois de tanto te amar
Por causa de uma dor
Por vícios, rompemos laços
Que um dia foi de amor

Eu sem você
Depois de trinta anos
O que um dia seria impossível
Hoje é liberdade sem asas 

Antes eu pensava
Que sem ti
Não conseguiria viver
Mas hoje vivo muito bem 

Há um ponto final
Que agora é sem você
Ele é meu recomeço
Mesmo depois de outras vidas ter vivido
Eu termino perdido na multidão... 

Mário Feijó
04.03.2012 


Postar um comentário