Google+ Badge

quinta-feira, 15 de março de 2012

LUZES ACESAS





Eu queria poder abrir minha janela
E ver na luz do sol
A luz da minha vida 

No momento eu me sinto
Na coxia de um palco
Depois de um espetáculo terminado 

Apagaram-se as luzes
E eu não sei qual
O enredo da minha vida
Para o dia de amanhã


Apesar de todas as dores
Eu tento viver sem incomodar ninguém
Mas meu destino é incerto
Espero por minhas luzes acesas... 

Mário Feijó
15.03.12
Postar um comentário