Google+ Badge

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

SABOR DE FRUTA




Dentro da janela do avião
Eu vi Daiane, linda, chegar
Pele bronzeada, cabelos negros
Corpo torneado, lábios vermelhos

Era uma típica menina-mulher
Desabrochando para a vida
Madura nas questões do amor

E eu menino, recém descobrindo
O poder da minha masculinidade
Logo me apaixonei feito fruta
Que madura cai do pé

Não sabia o que fazer
Diante de tamanha sensualidade
Então me entreguei ao desfrute
Daquela menina sabor de cafeína
Misturado com hortelã...

Mário Feijó
26.08.11
Postar um comentário