Google+ Badge

segunda-feira, 1 de agosto de 2011

EU SEMPRE TE AMEI





Eu queria poder
Dizer que te amo
Mas as palavras
Se calam em minha boca... 

Eu queria poder
Escrever que te amo
Mas as palavras
Se apagam nas páginas... 

Eu queria falar
Que te amo, mas
Emudeço e não falo
Os meu lábios se calam
Em promessas de amor... 

Então eu grito ao vento
E a escrita do tempo
E parece lá ficar
Talvez algum dia possas
Compreender o quanto te amei... 

Mário Feijó
01.08.11
Postar um comentário