Google+ Badge

sexta-feira, 5 de agosto de 2011

CONVERSA ENTRE AMIGOS





Todos têm um bichinho
Um objeto, ou algo de estimação
Eu tenho a minha laranjeira
Com ela converso, conto meus segredos
Ouço os seus, falo do tempo, do vento
Converso sobre saudades
Conto todos os meus amores
Falo da minha mocidade...

Conto do tempo perdido com coisas bobas
Enquanto o mundo gira apressadamente
Falo de todas as minhas dores
Quero saber de seus frutos porque quero
Plantar na terra novas sementes...

Parece coisa de criança brincando com seu amigo invisível
Mas eu sou assim, meio adulto, meio criança, um pouco
Já cansado, em outros tempos um velho.

Eu lhe pergunto dos seus, ao que ela me diz:
- foram-se mundo a fora!
Crio meus filhos pro mundo e fico no meu canto
Cumprindo minha missão.

Dou-lhe meu abraço, cheiro suas folhas
E me recolho diante de sua sabedoria amiga...


Mário Feijó
05.08.11
Postar um comentário