Google+ Badge

terça-feira, 23 de agosto de 2011

A NATUREZA EM CABO FRIO





Eu era apenas a brisa
Que vinha daquele mar azul
Que espalhava as dunas
De um lado para o outro... 

E os pombos voavam na beira da praia
Mortos de fome comiam qualquer coisa
De arroz cozido a peixe frito
Tudo se transforma ou se adapta 

É o gosto do freguês
É a vida que obriga
É a adaptação pela sobrevivência
Ou é somente a evolução... 
Mário em Cabo Frio com estátua de Leandro do futebol

Mário Feijó
22.08.11


Postar um comentário