Google+ Badge

quinta-feira, 4 de agosto de 2011

EU SOU NUVEM AO VENTO





Pode o vento soprar
Para qualquer lado que for
Em você vou pensar
E ainda sentir este amor... 

Eu sou aquela nuvem que passa
Jogada de um lado pro outro
Que se transforma a cada encontro
A cada mudança do tempo... 

Eu sou a nuvem que chora
A cada encontro contigo
É que não quero mais ser
Tão somente amigo mas também teu amor... 

Eu sou a luz do sol
Que bate no gelo e o derrete
Evaporando volto aos céus
Pra depois novamente por ti chorar... 

Mário Feijó
04.08.11  
Postar um comentário