Google+ Badge

sexta-feira, 22 de abril de 2011

UM MAR DE AMOR


Eu não sinto
Ciúmes de ti
Mas se não dizes
Que me amas

Eu fico perdido
Meio gato sem dono
E já penso que tens
Algum outro amor

Eu te quero
Sem posses
Só pelo teu desejo
E entrego inteira
Cada parte de mim

Cada pedaço de ti
É uma onda
Em meu mar inteiro
Tranquilo ou bravio...

Mário Feijó
22.04.11
Postar um comentário