Google+ Badge

quinta-feira, 14 de abril de 2011

A FALTA DE BEIJOS (tardes de chuva)


Eu que já era triste
Sem você e com a chuva
Fiquei muito mais
E as lágrimas rolaram num temporal...

Pensei que não resistirá
À solidão de estar tão só
Não era o momento
Para dizeres adeus...

No entanto a partida
Não espera uma hora triste
Tardes de chuva
Noites de desespero...

O adeus acontece assim
Pela falta de amor
Pela ausência de carinho
E pela falta de beijos

Mário Feijó
14.04.11
Postar um comentário