Google+ Badge

sábado, 9 de abril de 2011

HÁ SILÊNCIO QUANDO HÁ AMOR


Basta um olhar
Nenhuma palavra
E tudo ao redor
Vira silêncio...

O amor é pluma
Que indelevelmente
Balouça ao vento
Basta um sopro no ar...

O amor é brisa
Fresca e suave
Que toca a nossa pele
E levemente arrepia...

É um toque de lábios
Na nuca, no lóbulo da orelha
É um beijo nas costas
Um simples roçar de corpos...

________________________________
09.04.11
Postar um comentário