Google+ Badge

quarta-feira, 13 de abril de 2011

À ESPERA DE UM MILAGRE


Os olhos de Maria
Pareciam pássaros
Banhando-se em poças d’água
Depois d’uma tarde de chuva

E Maria irrigava-os
Com a saudade que sentia
Do amado que partiu
Enquanto no fogão cozinhava polenta

As crianças sorriam, alheias a tudo,
Ao drama de Maria
Que não sabia o que fazia
Para comprar comida...
Restava-lhe o fubá...

Choravam de fome os seis
Enquanto Maria salgava a água
Com as lágrimas derramadas
À espera de um milagre...

Mário Feijó
13.04.11
Postar um comentário