Google+ Badge

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

QUIMERAS




Tudo é tão fugaz em minha vida
Como foi meu tempo de criança
Tornei-me adulto e até superar minhas dificuldades
Tudo demorava muito a ser resolvido...

Os filhos cresceram e foram embora
Amores possíveis passavam rapidamente
Os impossíveis surgiram, mas não dava
Para vivê-los... Eram impossíveis...

E feito de fumaça no ar
A felicidade surgiu tal qual quimeras
Sonhos de outras eras
Que eu passei a viver...

Eram luzes em minha ribalta
Um possível adeus
E a fumaça se dissipou
Voltei à solidão do meu ser...

Mário Feijó
24.08.10
Postar um comentário