Google+ Badge

segunda-feira, 1 de dezembro de 2014

RECATOS



RECATOS

Todo o teu recato
Algumas vezes me faz pensar
Que não passas de aprendiz
Apenas coisa de adolescente

Sinto-me como se desalmado
Estivesse explorando tua juventude
Sendo apenas um velho babão
Diante de teu corpo inocente

E teus pudores e recatos
Fazem eu me lembrar
Do cheiro de mato
Campo de alecrim

Ovelhas no pasto
Gado no curral
Leite tirado na hora e galinhas
Contando ovos que por ali botaram...

Mário Feijó

01.12.14
Postar um comentário