Google+ Badge

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

CONTRA TODOS OS VENENOS: AMOR



CONTRA TODOS OS VENENOS: AMOR

Não pense que se você se atirar da ponte
Eu irei mergulhar com você
Nem tente tomar veneno
Na esperança que eu morra...

Outro dia vi uma cobra
Que picava o próprio corpo
E acabava sendo morta
Pelo seu próprio veneno

A vida é assim
Não queira o mal dos outros
Nem ingira venenos
Para que o outro morra

Reze um pouco mais
Coloque amor no seu coração
Eu rezo por quem não me ama
Porque ainda acredito no amor...

Mário Feijó
09.12.14



Postar um comentário