Google+ Badge

quarta-feira, 10 de dezembro de 2014

BOAS NOVAS



BOAS NOVAS

Eu gosto de me debruçar nas janelas
Para espiar as esquinas do mundo
Para apreciar o movimento dos ventos
E para ver para onde as pessoas sopram

Umas correm feito formigas
Outras pousam feito moscas
E há aquelas que são apenas borboletas
Curiosas, espiam tudo, aspiram o vento

E debruçado na janela
Eu vejo partes de mim
Que circulam nas outras pessoas

E solto às borboletas
Os meus perfumes jasmins
Esperando que voltem sempre com boas novas

Mário Feijó

10.12.14
Postar um comentário