Google+ Badge

quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

EU NÃO TENHO COMPETÊNCIA PARA O AMOR




EU NÃO TENHO COMPETÊNCIA PARA O AMOR

Hoje mais do que nunca
Eu descobri que te amo
Intensamente, mas tão intensamente,
Que penso não ter competência
Para poder te amar

A roseira nasce para dar botões
E depois transformá-los em rosas
E as rosas já nascem com competência
De alegrar e perfumar a vida

Mas a minha competência
Para o amor é limitada
Eu não tenho mais vigor
Para o teu amor

Agora eu sinto isto
Vejo pelos amores que se foram
Vejo pelos adeus que já dei
Eu realmente não tenho
Competência para te amar...

Mário Feijó

17.12.14 
Postar um comentário