Google+ Badge

domingo, 7 de dezembro de 2014

ELA E ELE

ELA E ELE

Teu sorriso é um espinho
Que se atravessou
Na minha garganta

Tem um quê de deboche
Sádico, louco, perdido
Algumas vezes enigmático
Que Leonardo Da Vinci entenderia

Eu não entendo de sarcasmos
Tampouco de despeitos
Ou desvarios como Salvador Dalí
Só Freud te compreenderia

Para me compreender escrevo
Leio recados do vento
Apaixono-me pela lua
E me entrego ao mar...

Mário Feijó

07.12.14
Postar um comentário