Google+ Badge

sábado, 3 de setembro de 2011

SONHOS FERIDOS




Por que é que tu
Fizeste questão de pisar
Com a ponta do salto
Na esperança que me habitava?

Teve um pouco de maldade
Esta tua atitude que além de ferir
De morte a esperança ainda danificou
Todos os sonhos que eu tinha...

Pode até ser que tu
Não tiveste a intenção
De ver o meu peito sangrar
E os meus sonhos ferir

Mas o meu peito está ferido
Traz no bater um gemido
Que se ouve mortalmente
Nos ecos dos ventos a assoviar...

Mário Feijó (03.09.11)
Postar um comentário