Google+ Badge

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Mário Feijó, presidente da Academia dos Escritores do Litoral Norte, esteve dia 17.09.11 na Feira do Livro de Torres, representado nossa AELN e foi o Presidente do Juri do 5. Concurso de Poesia nas Escolas daquela cidade, intitulado NOVOS TALENTOS DA POESIA TORRENSE 5 - uma promoção da Feira do Livro da Cidade e da Cultural FM.

                Mário Feijó, presidente da Academia dos Escritores do Litoral Norte, esteve dia 17.09.11 na Feira do Livro de Torres, representado nossa AELN e foi o Presidente do Juri do 5. Concurso de Poesia nas Escolas daquela cidade, intitulado NOVOS TALENTOS DA POESIA TORRENSE 5 - uma promoção da Feira do Livro da Cidade e da Cultural FM.

                Foram tão bonitos os trabalhos apresentados pelos adolescentes que resolvi publicar neste espaço os cinco primeiros colocados, dando especial destaque para as duas primeiras poesias:

1. lugar - João Pedro Zanata - Matilha Urbana - aluno da 7a. Série da Escola Estadual de Ensino Fundamental Manoel João Machado - Torres - RS.

MATILHA URBANA

O lobo,
imponente e solitário,
o lider de uma horda caótica,
ou a simples "fera" que conversa com a lua?

Na tundra de árvores de cerne habitável,
rasteja, espreita, comanda a matilha.
Sozinho na neve, a lua e o relento,
na caça, a esperteza, única armadilha.
O grito de uma presa na noite adentro.

Na fumaça boreal que sai das chaminés,
encoberto o luar, perdeu a graça,
Husky de madame vira teteia,
uivo de homem, comando de caça.
Perigo na noite, é show sem plateia.
Orelhas em pé, radar de alerta,
quem uiva mais forte é o líder do bando.
Na boca de lobo, esgoto e lixão,
no governo, chuhuaua assume o comando.
Vacilo é o próprio caixão.

Rosnando, uivando, ganindo.
Já não pesca peixes no rio,
apenas sobrevive seguindo,
temido, respeitado e bravio
O lobo.

2. Lugar - Cristal Silveira Figueiredo, da Escola I.E.E. Marcílio Dias - Torres - RS

O EU LÍRICO E O POETA DESOLADO

O Seu coração Bate?
Perguntou o eu Lírico.
O poeta Respondeu: bate!
Mas não como eu quero
Não bate como batia antes,
Ele bate por tristezas
Ele bate desolado
Ele bate sem querer bater
Se antes a cada batida,
Caísse uma lágrima de emoção,
Hoje essa lágrima só serve para limpar o olho.
Se antes a cada palavra dita
O coração vibrava,
hoje ele só bate por obrigação
No silêncio das minhas palavras...
O eu lírico tornou a perguntar:
O seu coração bate?
e num simples e último suspiro do poeta
O eu lírico não obteve resposta...

3. Lugar - Luana Oliveira Rocha - FOLHAS NO CHÃO - E.E.B. Gov. Ildo Meneghetti de Passo - Torres - SC

4. Lugar - Milena Santos de Jesus - SILÊNCIO - EEB Gov. Ildo Meneghetti - Passo de Torres - SC

5. Lugar - Taís Camargo Cardoso - EEEB Gov. Jorge Lacerda - Passo de Torres - SC


Mário Feijó
Presidente da AELN
www.aeln.org
http://artesplasticas-poesias.blogspot.com/mariofeijo
http://recantodasletras.uol.com.br/autores/mariofeijo
http://www.poetasdelmundo.com/verInfo_america.asp?ID=3979
http://www.artpop.org.br/mariofeijo
(Membro honorário da Academia de Artes de Cabo Frio - RJ
Postar um comentário