Google+ Badge

terça-feira, 20 de setembro de 2011

MUTAÇÕES







Algumas vezes agimos feito o tubarão
Que no ventre da mãe devora os irmãos
Na luta pela sobrevivência... 

Noutras agimos tal qual a leoa
Que diante da fome
Não êxita em devorar os filhotes... 

Algumas vezes somos
O gorila que quando domina outro macho
Mata seus filhotes e fica com suas fêmeas... 

Há vezes que somos
Tal qual insetos que não duram
Muito mais que 48 horas
E por viver já é feliz... 

E há vezes em que deixamos de ser lagartas
Para ser uma linda borboleta e
Diante dos seus dois dias de existência
Visita todos os jardins... 

Mas há dias em que não passamos de amebas
Que praticamente nada fazemos
Apenas justificamos nossa existência
Dentro da cadeia alimentar... 

Mário Feijó
20.09.11
Postar um comentário