Google+ Badge

sábado, 17 de setembro de 2011

APRENDENDO A AMAR





Eu sempre soube que nada sei
Porque toda vez que aprendi
Aprendi que posso mais
Que sei tão pouco diante
Da grandiosidade do universo... 

E se te perguntarem por mim
Diga que eu viajei no tempo
Que domei as asas do vento
E que estou na luz do luar... 

Eu sou amor
Eu sou ator
Estou apenas
Aprendendo a amar... 

Mário Feijó
17.09.11
Postar um comentário