Google+ Badge

sexta-feira, 13 de março de 2015

SALIVA FRIA

SALIVA FRIA

Barba áspera
Tocando a pele sensível
Machuca apenas o coração
A pele apenas eriça

A saliva fria
Entra na boca
Como se fora um refresco
Em momentos quentes

Somos fortes
Frágeis são os outros
Que desconhecem o amor

Trouxeste luz
Aonde havia solidão
Trouxeste companhia
À minha escuridão

Mário Feijó

13.03.15
Postar um comentário