Google+ Badge

quarta-feira, 11 de março de 2015

AI DE NÓS

AI DE NÓS

Ai de mim que não posso
Escolher a quem amo
Ai de ti que tivesses
Um dia que fazê-lo
Porém há escolhas
Que nem sempre são
As mais certas aos olhos dos outros

Mas é o amor quem escolhe por nós
E não adianta espernear
Quando o amor acontece
Pode haver conflitos
Mas teremos que assumir as consequências!

Eu preferia escolher a quem amar
Porém o amor nos envolve por inteiro
Pés, mãos, unhas, pele, cabelo
E quando a gente vê não tem mais saída

Então o nosso dia clareia
E somos envolvidos completamente
Pela luz que há no amor
Nesta hora descobrimos
Que não dá mais para esconder...

Ai de mim
Ai de ti!
Ai de nós...

Mário Feijó - 11.03.15


Postar um comentário