Google+ Badge

quarta-feira, 29 de outubro de 2014

SERÁ QUE NÃO TE CONHEÇO?

SERÁ QUE NÃO TE CONHEÇO?

Eu sofro toda vez
Que vejo você se abrindo ao sol
Como fazem os botões de rosa
Mas elas têm uma razão para isto

Eu não vejo razão
Para que você se dilacere
Como faz a terra quando lavas quentes
Entram em erupção, mostrando suas entranhas

E penso “será que eu não te conheço?”
Ou será que teus desejos te consomem
Quando não estou contigo
E tu ficas disponível para quem te queira?

Nestas horas eu penso que te
Pareces a restos de um final de feira
Vendendo cada parte tua a qualquer preço
Porque nada em ti tem mais valor algum...

Mário Feijó

30.10.14
Postar um comentário