Google+ Badge

segunda-feira, 4 de junho de 2012

A ALMA DOS POEMAS


A ALMA DOS POEMAS 

Eu quero morar no lado de cá do lago
Porque do lado de lá
Fica a borda do mundo
E do outro lado da borda
Fica o esconderijo do sol
E é lá que a lua o procura... 

Do lado de cá eu vejo
Moças que se debruçam na janela
Algumas com lágrimas nos olhos
Só para ver a poesia do mundo 

Os incultos dizem que os poemas
São coisa de mulher
Mas eu vejo que os homens
Vivem a descrevê-los despudoradamente
Os tempos mudaram, desde o começo
E muita gente não viu... 

Eu penso que os poemas
São assim feito as nossas almas
Eles florescem sem nexo
E quando a gente vê
Já se casaram com a gente... 

Mário Feijó
04.06.12  
Postar um comentário