Google+ Badge

segunda-feira, 27 de junho de 2011

TEUS BEIJOS JASMINS





Eu não tenho medo
De dizer que te amo
Que sinto saudades
Dos teus beijos jasmins 

A minha boca rósea
Espera sempre teus lábios
Tal qual filhote no ninho
À espera do bico dos pais 

Eu sou assim:
Violeta sofrida
Abandonada num vaso
Sem água e sem luz 

Renasço em teus braços
Alimento-me do que trazes nos lábios
Teus beijos, tuas palavras,
Teus toques de carinho...


Mário Feijó
27.06.11
Postar um comentário