Google+ Badge

quinta-feira, 23 de junho de 2011

SER UM DO OUTRO (desatando nós)




Somos livres um para o outro
E você parece ter se acostumado
À sua infelicidade 

Eu não te exijo nada
Além de um pouco de amor
Umas poucas horas da semana
Escondidos como se fossemos ladrões... 

Eu não me importo com nada
Além do amor que podes me dar
E eu te prometo momentos de paz
E quiçá um pouco de alegria em tua vida... 

Desatemos os nós do passado
Ou até de tempos contemporâneos
Que nos impedem de sermos
Um do outro...  

Mário Feijó
22.06.11
Postar um comentário