Google+ Badge

quinta-feira, 23 de junho de 2011

CONVERSA SILENCIOSA





Encantadoramente ele observava
Dois adolescentes que silenciosamente
Conversavam por sinais, gesticulando
Mas nenhum som emitiam... 

Sabia-se que conversavam
Porque se olhavam, sorriam
E parecia que se entendiam muito bem 

Eu?
Eu ouvia a chuva que caia...
E observava aquela conversa silenciosa. 

Naquela cidade
Naquele local
Ficou guardado na memória
O som da chuva que caia do telhado
E aquela encantadora conversa silenciosa
Dos meninos surdos-mudos... 

Há sempre poesia
Mesmo onde tudo parece triste
Deus nos dá lições de sabedoria... 

Mário Feijó
22.06.11
Postar um comentário