Google+ Badge

terça-feira, 7 de junho de 2011

O QUE QUERES DE MIM?





Ah! Anjo meu
Que te vestes de homem
Só para atormentar
Todos os meus sentidos 

Que te vestes de mulher
Para deitar em minha cama
E devorar o meu corpo
Como se estivesses no cio 

Que te despes de santo
Que pousas em minha janela
Feito borboleta branca
Azul e amarela só para eu te olhar 

Que te derramas na chuva
Fingindo-se de água
Para meu corpo banhar 

Anjo meu: o que queres de mim? 

Mário Feijó

07.06.11
Postar um comentário