Google+ Badge

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

QUERO VER ESTRELAS



Há dentro de mim
Desejos reprimidos
Por não ter você
Pela falta de ver estrelas...

Há nos dias e noites
A glória fugidia
Que escorre por minhas mãos
Feito areia fina das dunas marítimas...

Eu sou o símbolo perfeito do ser
Cruelmente desamado e solitário
Minha vastíssima experiência amorosa
Deve a amores frustrados e não correspondidos...

Eu quero ver estrelas
Quando beijar teus lábios
Quando tocar teu corpo
E quando me alojar em teus lábios
Feito borboleta pousando na flor preferida...

Mário Feijó
13.12.10
Postar um comentário