Google+ Badge

sexta-feira, 24 de dezembro de 2010

O MENINO MOLHADO (sereias)







Eu conheci um menino que todos os dias acordava com o corpo dolorido e inteiramente molhado. Ninguém entendia e nem mesmo ele compreendia aquela situação.
O menino cresceu e só aí começou a compreender o porquê de acordar molhado. É que quando batia a meia noite o menino se transformava em peixe. Precisava sempre ter por perto uma vasilha com água quando não morava perto do mar ou do rio. Mesmo que estivesse dormindo, naquela hora ele saia sonambulo e perto da água se transformava em um peixe.
Passaram-se os anos sem que ninguém nunca descobrisse a causa e nem aquele segredo-maldição...
O menino tornara-se homem e apaixonara-se, mas não podia contar o seu segredo, pois agora ele já tinha conhecimento de sua transformação. Pensava que não seria compreendido...  e se até agora ninguém havia descoberto o seu segredo, a vida poderia continuar assim...
Todos os dias quando amanhecia ele era descoberto todo molhado...
Casou-se e continuou sua vida. Agora com quase 30 anos e não morando mais perto do mar deixava um copo d’água sempre ao lado de sua cama.
Certa noite, a luz apagada, sua mulher acordou assustada com um pesadelo qualquer e com sede olhou para o lado e não viu o marido, mas ao seu lado havia um copo com água. Resolveu toma-lo todo de um só gole e voltou a dormir.
Quando acordou percebeu que o marido ainda não estava na cama...
A cidade inteira não falava outra coisa e foi assunto durante meses, “o menino molhado” (sim ele ficou conhecido por esta alcunha, mesmo quando tornou-se adulto) havia sumido.
Passados alguns poucos meses a pobre “viúva” abandonada descobriu-se grávida.
Decorrido mais algum tempo ela deu à luz uma linda menina, metade gente, metade peixe...
O assunto na cidade agora era outro...

Mário Feijó
24.12.10   
Postar um comentário