Google+ Badge

domingo, 12 de dezembro de 2010

A MENINA QUE CHORA NÃO DESCOBRIU QUE JÁ É MULHER


Ninguém percebeu
Porém atrás do sorriso meu
Esconderam-se as lágrimas
E a dor que minh’alma sofre por ti...

Feito o ator que faz rir
Eu camuflo minhas frustrações
Os sonhos que eu tinha por ti
E o quanto eu pensava que eras forte...

Num canto ficas eriçada
Feito animal enjaulado acuado
Que ataca para se defender...

Já não possuis o juízo
Que te deu o livre arbítrio
Encerrada numa cachoeira de lágrimas...

Mário Feijó
12.12.10  
Postar um comentário