Google+ Badge

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

PEIXINHOS AZUIS



PEIXINHOS AZUIS

Desde menino eu crio peixinhos ornamentais. Os peixinhos no inicio eram apenas piavinhas que eu pegava num córrego, perto da minha casa. Os primeiros filhotes eu colocava dentro de uma velha panela de barro com água...
                Um dia minha mãe foi visitar minha tia no Rio de Janeiro, eu não tinha mais que dez anos. Quando ela voltou trouxe-me de presente um saco de plástico com água e dois peixinhos azuis (trigogáster).  
                Lembro até hoje o mimo. Primeiro porque em Florianópolis não haviam pet-shop para venda de peixinhos. Segundo porque eu não conhecia peixinhos azuis. Terceiro porque minha mãe viajara de ônibus por mais de vinte horas e me excitava e fascinava o fato dos peixinhos sobreviverem àquela viagem (descobri que o vendedor colocou oxigênio extra no saco).
                Até hoje crio peixinhos dentro de casa (tenho três aquários), hoje sofro menos quando um morre, pois eles não têm vida muito longa. E eu cada vez mais tenho aparelhos sofisticados para não precisar trocar a água do aquário e manter adequado aquele micro-cosmos aquático...
               Eu continuo o mesmo menino encantado com a água e suas pequenas criaturinhas. Descubro nelas a paz e a tranquilidade que eu quero pra mim e me harmonizo nela...

Mário Feijó
14.02.13
Postar um comentário