Google+ Badge

quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

CICLOS



CICLOS

O horizonte tinge-se
De rosa e laranja
Enrubescendo a lua pálida
De um vermelho quase púrpura

Nos braços da noite
O dia se perde
Inspirando poetas enamorados

Indiferente a tudo
A noite cumpre sua trajetória
Quando ao amanhecer
Uma nova luz surge...

A cada noite que termina
Novos ciclos se renovam
Trazendo a esperança
À luz de um novo dia...

Lu Nalbort e Mário Feijó
12.02.13

Postar um comentário