Google+ Badge

segunda-feira, 26 de novembro de 2012

SAUDADES



SAUDADES

É quase natal
E tudo o que eu queria
Era que estivesses aqui
Dizendo que és feliz

Não sei se eu seria mais feliz
Mas com certeza não estaria
Angustiado e construindo
Meu futuro com a tua saudade

É como se tivéssemos
Um divórcio litigioso
porém sem brigas
Onde tu decidisses partir

Fizeste tudo tão arbitrariamente
De uma forma quase cruel
E me deixaste por aqui sem saber
Onde estão as verdades e as mentiras...

Mário Feijó
26.11.12
Postar um comentário