Google+ Badge

terça-feira, 13 de novembro de 2012

A CURA DA HUMANIDADE


A CURA DA HUMANIDADE

Eu arrancaria todas as dores
Todos os espinhos que te machucam
Porém meu amor só cura
Ele não apaga cicatrizes...

O que você seria capaz de fazer
Para curar as mazelas do mundo
De um amigo ou apenas de um irmão?

Não deixe de tentar
Só porque não te entendem...
Pense que entender o outro
É a cura de si mesmo

Amar o outro é um processo terapêutico
Mas não pense nisto como demagogia
Pense como um processo de cura da humanidade
Já que temos que começar por algum lugar
Comecemos por nós mesmos...

Mário Feijó
13.11.12
Postar um comentário