Google+ Badge

domingo, 18 de abril de 2010

ENTRE O AMOR E O SEXO



Eu não brinco de amar
Tampouco de fazer amor
Sexo pra mim é sagrado
E eu amo fazê-lo contigo...

É tão gostoso amar
E uma delícia fazer amor
E quando o amor é verdadeiro
Dá até para brincar na hora do amor...

Por que lamentar a minha ausência
Se foi você quem quis
Ir embora e ficar longe de mim?
Eu continuo te amando e te querendo...

Penso que é você
Que não leva nada a sério
Que brinca de amar
E quando está comigo só quer sexo...

Mário Feijó
18.04.10
Postar um comentário