Google+ Badge

quarta-feira, 21 de abril de 2010

AMOR E PRECONCEITO (II)



Tu sabias o quanto
Eu te amava e
Por puro preconceito
Foste embora...

Eu sabia e sentia
Que também me amavas
Mas não te prendi a mim
E sei que não és feliz...

Não foi o meu desejo
A tua infelicidade.
A causa de tudo
É a tua negação ao amor...

Queres uma cara linda
Para mostrar aos outros
E um corpo perfeito
De um príncipe ou cinderela...

Eu não disputo com mitos
E nem vou medir
A quantidade no amor
E o meu tu já sabes
Este será sempre teu...

Mário Feijó
21.04.10
Postar um comentário