Google+ Badge

quarta-feira, 3 de março de 2010

RENASÇO NO AMOR


A minh’alma de anjo
Travestiu-se de bichos
E meu corpo ganhou plumas
Os meus braços asas de águia...

Sou um lince a te observar
Um pavão querendo aparecer
Sou um tigre à espreita
Te caço na relva verde...

Na selva viro onça pintada
Surucuru quero devorar
Piranha maldita devoro
O teu corpo sem piedade...

Mil pássaros povoam o meu corpo
Meus pés alados rumam ao sol
Em que me incendeio virando cinzas
Sou a fênix e renasço no amor...

Mário Feijó
03.03.2010

Comentário: cumprindo um desafio com um poeta amigo de Belo Horizonte "Rodrigo Bro" que me lançou o tema "mil pássaros povoam meu corpo", para que num poema desafio constasse este verso. E assim sucessivamente lançamos desafios um ao outro...
Postar um comentário