Google+ Badge

quarta-feira, 24 de março de 2010

NO ADEUS... O PRAZER

Eu cheguei para te dizer adeus
Você só me olhou
Era um olhar forte, profundo
Intenso... meigo...

E de teus olhos
Uma lágrima rolou
E meu adeus transformou-se
Num beijo quente, ardente...

Era teu desejo aflorando
E suavizando o meu
Numa tentativa de minimizar o adeus
Mas eu aproveitei todo o teu prazer...


Marleninha Castilhos



Eu não queria te dizer adeus
Mas não conseguia te amar
Com a mesma intensidade
A vida me fez “gato escaldado”
Com medo do teu amor quente...

Foi tão bom estar contigo
Tão bom que eu resolvi
Amar-te pela última vez
Antes do nosso adeus iminente...

E tua entrega foi tão completa
Que eu esqueci o tempo
E me eternizei no teu prazer...

Mário Feijó
25.03.10
Postar um comentário